Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quarta-feira, 21 de maio de 2014
Autor: Fernando Pessanha
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 232
Editor: Coolbooks (aqui)
ISBN: 978-989-766-003-0

Sinopse:
«Toca-me, pianista, toca-me como se eu fosse o teu piano…»
O Pianista e a Cantora é um romance em que vários géneros literários confluem num universo onde a música, o erotismo, a História e as viagens andam de mãos dadas.
Trata-se da história da intensa relação entre um pianista talentoso e boémio e uma cantora sensual e misteriosa. Subjugado pelo encantamento da cantora, o pianista inicia uma viagem por Marrocos, na companhia da esposa. Porém, o inesperado convite para um trabalho trá-lo de volta a Portugal e à enigmática personagem.
Num ambiente pautado pela existência de personagens estranhos e onde a arte e o sexo se apresentam como indissociáveis, o pianista apercebe-se de que a complexidade das relações humanas e sociais pode, por vezes, roçar o sobrenatural. Mais: acaba por concluir que é preferível algumas perguntas permanecerem sem resposta…


Opinião:
Gostei muito da capa deste livro assim que a vi. Não conhecendo o autor e nunca tendo lido nada do mesmo, a capa foi sem dúvida alguma o que me prendeu a curiosidade. É uma capa sensual e sexual, que desde imediato aponta um pouco para o cariz do livro, que acaba por transmitir ambas as vertentes.

O Pianista é um homem apaixonado, habituado aos olhares de mulheres que o cobiçam e que este acaba por cobiçar, não fosse um mulherengo. Mas há uma que desde logo lhe capta a atenção e impede de pensar noutras mulheres. Célia é uma mulher belíssima, de longos cabelos negros e um corpo escultural que prende a atenção de todos os homens por quem passa, criando ciúme nas mulheres que a encontram. Ambos são casados, mas os seus caminhos acabam por se ligar por uma química imediata que sentem um pelo outro ao se verem e ao ouvirem as habilidades artísticas de cada um. Célia é uma cantora maravilhosa e o pianista acaba por querer estar com ela pessoalmente e até mesmo profissionalmente, de forma a poder admirar o seu dom sem qualquer problema.

Mas ambas as personagens são casadas. A cantora com um homem orgulhoso e controlador, para quem tudo e todos giram à volta da esposa, e o pianista pela sua melhor amiga, um casamento que decide que tem que salvar, sendo que para isso, de uma forma impulsiva, parte com a esposa para Marrocos. Mas o pianista tem uma mente sonhadora e nada nem ninguém se conseguira colocar no meio desse seu sonho, da sua cantora.

Antes de mais parabéns à Porto Editora pela criação desta nova chancela de autores portugueses. Uma chancela com um preço chamativo e cheia de autores nacionais. Para mim apenas tem um contra, ser apenas possível a obtenção do livro em ewook, pois eu tenho um kobo e dessa forma não posso passar o ewook para o meu ereader, pois por este ser um kobo, o formato do ebook é incompatível, o que me levou a algumas dificuldades na leitura do livro. Mas pode ser que no futuro a Porto Editora trate desse pequeno contratempo, que não me impediu de todo entrar no ambiente apresentado pelo livro.

Mas passando para a crítica ao livro em si, devo admitir que após a leitura deste livro, melhor deste ebook, fiquei com alguns sentimentos contraditórios. Achei a relação do pianista com a cantora algo não parecido com amor, como o autor nos quer fazer crer, mas algo mais como paixão. Uma paixão momentânea e carnal, nada relacionada com amor. Para mim o amor é algo que se controí e que tem que crescer e não um simples "olhei para ela e ela era lindíssima, é amor", como o que aconteceu no livro. Os sentimentos do protagonista masculino do livro chegavam a ser confusos, ora admitia que apenas sentia amizade com a esposa, ora admitia que a amava. Depois dizia que apesar de tudo nunca a iria envergonhar e mesmo assim ia atrás de todo o rabo de saia que se cruzava no seu caminho. Foram sentimentos demasiado contraditórios, e achei que a exploração sentimental do protagonista merecia uma base mais sólida.

Apesar desse problema, que me fez confusão ao longo do livro, o autor tem uma escrita excelente, que me conseguiu prender do início ao fim. É uma escrita simples e fluída que acaba por criar uma ligação com o leitor, o que leva a que este queira continuar a saber o que irá acontecer ao mulherengo e alcoólico pianista ao longo do livro. Este último ponto, o da bebida, era algo que teria adorado ter visto desenvolvido, pois notava-se bem ao longo do livro que o protagonista tinha um sério problema com a bebida, que era por vezes referido, mas nunca foi desenvolvido.

Adorei as referências às histórias por trás de inúmeras músicas clássicas, o trabalho de pesquisa do autor relativamente a estas está muito bem conseguido e por isso, os meus parabéns. Também adorei as referências a Marrocos e a outras cidades adjacentes, e visto que metade da ação do livro se passa nestas cidades, as descrições dos locais e da cultura esta muitíssimo bem descrita. Notou-se ao longo de todo o livro que o autor realizou uma pesquisa aprofundada de diversos assuntos, desde mitológicos, musicais a culturais e a escrita é muito boa, prendendo o leitor. O meu grande problema, como referido, foi a construção psicológica da personagem principal, sendo que muitas das suas ações, desde traições à sua esposa à sua louca paixão injustificada, criaram em mim um sentimento muito parecido com o ódio, pois achei a personagem muito imatura para a sua idade e experiência de vida.

Um autor que me surpreendeu e que espero continuar ouvir falar, pois se ultrapassar aquele problema do personagem principal, sem dúvida alguma que irei simplesmente adorar o seu próximo livro! Recomendo!

2 devaneios :

Clarinda disse...

Ando com o olho nos livros desta nova editora.
bj V.

v_crazy_girl disse...

Eles têm lá autores conhecidos e desconhecidos e promete ser uma boa aposta *.*