Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Rapariga de Antes" de J.P. Delaney

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016
Autor: Terry Brooks
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 560
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896377151

Sinopse:
Dizem as lendas que as Grandes Guerras do Passado destruíram todo o mundo. Mas, a viver em paz no bucólico Vale Sombrio, o meio-elfo Shea Ohmsford pouco sabe sobre esses conflitos. 
Até ao dia em que ressurge uma terrível ameaça: o Lorde Feiticeiro, que todos julgavam morto, planeia regressar e destruir o mundo para sempre. A única arma capaz de deter esse poder das trevas é a Espada de Shannara, que apenas pode ser usada por um herdeiro legítimo de Shannara. Shea é o último dessa linhagem, e é sobre os seus ombros que repousam as esperanças de todas as raças. 
Por isso, quando um aterrorizante Portador da Caveira enviado pelo Lorde Feiticeiro voa até ao Vale Sombrio para destruir Shea, este sabe que acabou de começar a maior aventura da sua vida.


Opinião:
Sim, admito, só comecei a ler este livro por ter começado uma série de televisão que até me prendeu ao ecrã. Essa foi a grande (e até talvez única) razão para ter começado a ler esta coleção. E não é que me enganei a mim própria, porque a série fala dos acontecimentos do segundo livro da saga e não deste que que vos vou falar (que é o primeiro)?

Muito anos se passaram desde que o terrível Lorde Feiticeiro tinha sido vencido. Mas apesar de esta ser uma guerra que aparentava ter sido vencida pelo bem, a realidade é que esta vitória levara à separação de diversas culturas. Várias tornaram-se amigas, outras grandes inimigas, ficando com o passar dos séculos inimigos naturais e mortais. Cada uma dessas espécies tinha o seu território, tradições e cultura, adaptando-se e havendo uma evolução que levava a que ninguém se lembrasse que há muitos anos atrás tinham sido a mesma cultura. 

Num futuro pós-apocalítico, temos Flick e Shea, meio irmãos, sendo Flick totalmente humano e Shea meio-elfo, o que se nota visivelmente pelas suas orelhas pontiagudas. Como seu grande amigo, têm Menion, um humano corajoso mas tímido que adora os dois irmãos e tudo fará para os ajudar. Três jovens que tinham o futuro nas suas mãos, mas que acabam por descobrir que este já estava traçado há anos. Shea acaba por provar ser o último de uma grande linha élfica, o único que poderá usar a grande Espada de Shannara, o instrumento capaz de matar o Lorde Feiticeiro e impedir que o mundo volte a cair numa guerra como a última.

Não foi um livro que me tenha prendido. Força, atirem-me lá as pedras, pois pelo que vi há imensos fãs desta coleção. Mas não sei porquê não foi um livro que me puxasse. Não me prendia e não me impelia a ler mais, mais e mais. Acabei por lê-lo com grande esforço e admito que, apesar de ter noção da história, grande parte dos pormenores já se dissiparam. Mas posso dizer que, apesar de não ser um livro que tenha adorado, tenho que dar o meu reconhecimento ao autor. Conseguiu criar, há cerca de 40 anos, uma história com elfos, gnomos, trolls e outros seres mas com uma ação passada num futuro pós-apocalítico.

Sem dúvida alguma que isso comprova a capacidade inventiva do autor e por isso está sem dúvida de parabéns. Por outro lado, é um livro cheio de lutas, guerras e mais lutas, acabando por não ser um livro para mim. Conhecendo-me como me conheço, sei perfeitamente que se fosse um livro com mais romance ou drama me teria prendido mais, mas acaba por ser um livro com muitíssima ação e, como já referi, lutas, o que não me prendeu, apesar de acreditar que muitos leitores adorem esse género de literatura. Por isso se fores um desses leitores, sem dúvida alguma que irás adorar este livro!!

0 devaneios :