Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Se Eu Fosse Tua" de Meredith Russo

Passatempo

Passatempo
Resultado!!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

sexta-feira, 11 de novembro de 2016
Autora: Meredith Wild
ISBN: 9789896577490
Edição ou reimpressão: 05-2016
Editor: Editorial Planeta
Páginas: 288

Sinopse:
Neste 3.º livro da série Hacker Blake e Erica atingem a INTENSIDADE MÁXIMA na sua relação.
Blake Landon, o génio da informática, apaixonou-se por Erica Hathaway. Enquanto a sua natureza controladora e o espírito independente dela continuarem a co-existir, Blake não tem intenção de deixar que ela saia de novo da sua vida.


Opinião:
Não sei bem o que dizer deste livro. Para começar não tem história alguma plausível que me tenha feito apetecer continuar a ler e a avançar na narrativa. As personagens, especialmente Erica, que era quem eu mais gostava, transformou-se totalmente e ficou 100% submissa... Sei lá, foram tanto aspectos, em conjunto com o já referido, com que não me identifiquei, que fico sem saber o que achar.

A relação de Blake e Erica é tudo menos simples. Tudo parece ir contra eles, desde a família aos seus passados e isso obrigara-os a separarem-se no livro passado. Agora neste volume, em que tudo está finalmente colocado em pratos limpos, são as suas próprias personalidades que parecem não estar destinadas a ficarem juntas. Erica é uma pessoa independente, nunca dependeu de ninguém e não era agora que queria começar... Mas o homem que ama parece que não pensa assim.

Em ordem a sentir-se totalmente seguro com Erica, Blake quer que esta desista de tudo aquilo que ama. Não apenas do controlo na cama, algo que ela já abdicara, mas também do controlo na sua empresa, na sua vida pessoa e na sua própria casa!!

Todo este livro gira em volta desta premissa. Não descobrimos muita informação nova, apenas que Blake quer que Erica desista de ter vida própria, a meu ver, e quer que tudo o que ela faça seja "aprovado" por ele. E esta atitude, para mim, estragou TOTALMENTE o livro. Se há coisa que odeio, como pessoa independente, é que me digam o que deveria fazer, com quem me deveria dar, como deveria agir pessoalmente e profissionalmente. E aqui o que encontrei foi a autora a afirmar que para Erica provar que ama Blake tem que desistir de tudo isso... E pior! Erica aceita...

Não foi uma premissa que me tivesse caido bem e acho que isso estragou-me toda a história...

0 devaneios :