Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"Desejo Concedido" de Megan Maxwell

Passatempo

Passatempo
Até 3 de Setembro

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017
Autora: Marie Rutkoski
ISBN: 9789898843401
Edição ou reimpressão: 07-2016
Editor: TopSeller
Páginas: 320

Sinopse:
Kestrel, jovem filha do poderoso general de Valoria, tem apenas duas opções: alistar-se no exército ou casar-se. Ela tem, no entanto, outras aspirações e procura libertar-se do seu destino, rebelando-se contra o pai.
Num passeio clandestino pela cidade, Kestrel vai parar a um leilão de escravos, onde se depara com um jovem, Arin, que parece querer desafiar o mundo inteiro sozinho. Num impulso, ela acaba por comprá-lo — por um preço tão alto, que a torna alvo de mexericos na sociedade.
Arin pertence ao povo de Herrani, conquistado dez anos antes pelos Valorianos. Além de ser um ferreiro exímio, revela-se também um cantor extraordinário, despertando a curiosidade de Kestrel. Arin, contudo, tem um segredo, e Kestrel não tardará a descobrir que o preço que pagou por ele poderá custar muito mais do que aquilo que alguma vez imaginara.


Opinião:
Esta deve ser das capas mais bonitas do ano passado. Adoro as cores, o efeito do vestido, o título!! Acho que posso dizer que adoro toda a capa, não tem uma única falha... A juntar a isso, a sinopse, que nos remetia para um livro num mundo diferente em que existiam diversas facções, prendeu-me.

Kestrel é filha do grande general de Valoria, o homem que tinha vencido a batalha que salvara a sua raça e a sua cidade. É alguém habituado a tudo do bom e do melhor mas que decide seguir o caminho mais difícil. Kestrel quer lutar, não quer casar com alguém que odeia e não conhece, simplesmente para que todos fiquem felizes. Quer ser feliz pelas suas vitórias, pelas suas lutas e se casar, quer que seja com alguém que ame.

Numa das suas viagens ao mercado, acaba por parar numa venda de escravos, tudo pessoas da raça que havia perdido a batalha. Num momento de insanidade, que nem Kestrel sabe identificar, licita uma quantia absurda por um dos escravos, um rapaz rebelde e que lhe prendeu o olhar. Um rapaz de quem ela quer saber mais e mais, mesmo que isso não seja do seu melhor interesse.

Arin é um rapaz estranho. Calado inicialmente e distante, acaba por se tornar indispensável a Kestrel, tornando-se mais num guarda costas do que num escravo. Acaba por se demonstrar extremamente útil, pois tinha mão e talento para a fundição e o palácio precisava de alguém que soubesse mexer e transformar o ferro. Tornando-se cada vez mais indispensável dentro (e fora) do palácio, Arin torna-se unha com carne com a filha do general princesa... Mas talvez tal não seja o melhor que podia acontecer... Ou seria?

Adorei este livro!! Não têm noção do "sofrimento" em que ando por saber que já saiu o segundo volume e eu ainda não lhe pus as mãos em cima!! Quero tanto continuar a ler a saga! E sim, como podem compreender pela minha euforia, eu adorei este livro. Adorei a escrita, as personagens são fantásticas e a autora conseguiu conjugar elementes que podiam ser considerados banais em algo novo e que nos prende da primeira à última página.

Tanto Kestrel como Arin têm personalidades extremamente fortes e são elas o nosso fio condutor ao longo da narrativa. Sendo ambos aproximadamente da mesma idade, têm em mente a mesma guerra mas conhecem-na de lados opostos do campo de batalha. E isso foi o que realmente moldou as suas personalidades. Personalidades essas que adorei e queria imenso saber mais sobre elas.

Sem dúvida alguma que irei adquirir o próximo volume e vocês se não conhecem esta saga estão a cometer um grande erro, porque não é apenas a capa que é fantástica!!

0 devaneios :