Quem sou eu?

A minha fotografia

Anteriormente conhecida como v_crazy_girl, a 30 de Agosto de 2014 essa conta foi apagada, tendo assim decidido criar algo mais pessoal e próprio para o blogue literário de longa data.

Na Mesa de Cabeceira...

Na Mesa de Cabeceira...
"A Química do Amor" de Emily Foster

Passatempo

Passatempo
Resultados!

Seguidores

Com tecnologia do Blogger.

Facebook

Arquivo do Blogue

segunda-feira, 10 de julho de 2017
Autora: Kate Eberlen
ISBN: 9789896578756
Edição ou reimpressão: 03-2017
Editor: Editorial Planeta
Páginas: 440

Sinopse:
Tess sonha ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controlo da família e descobrir o que de facto deseja ser. Por um dia, nas férias, os caminhos destes jovens de dezoito anos cruzam-se antes de voltarem a casa e verificarem que a vida nem sempre decorre como planeado.
Nos dezasseis anos seguintes, com rumos de vida bastante diferentes, cada um descobrirá os prazeres da juventude, enfrentará problemas familiares e encarará as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo leva a crer que será impossível que um dia se conheçam verdadeiramente...
A extraordinária história que está a apaixonar o mundo.
Sinto a Tua Falta conta-nos duas trajetórias que se entrelaçam sem se tocarem, numa narrativa que emociona e que nos faz pensar. Um romance com todos os ingredientes para o êxito: amor impossível, drama, desventuras, paixão, sonhos interrompidos, doença, superação, esperança, emoção e com um final onde o amor triunfa acima de tudo.


Opinião:
Comecei a ler este livro com curiosidade mas ao mesmo tempo sem saber se iria gostar pois a sinopse fazia-me lembrar mais um ou outro livro que gostei de ler no passado. Mas este acabou por não ser tanto sobre as personagens juntas, mas as suas vidas em separado. Apenas o último capítulo as junta de vez, pois até lá eles nem tinham noção que o outro existia.

Tess tem tudo para ser feliz. Das melhores notas da turma, uma família que adora e agora só lhe falta preparar-se para o ano seguinte, e até consegue ir viajar a Itália como despedida da sua vida de "adolescente". Mas é quando a mãe morre de repente, de um momento para o outro e sem ninguém esperar, que Tess larga tudo para cuidar da irmã que tem autismo. Uma criança que precisa de muitos cuidados e atenção, algo que Tess apenas consegue afastando-se de todos os seus sonhos futuros...

De outro lado temos Gus. Agora filho único depois de o irmão ter falecido num acidente muito grave, Gus sente-se sempre o número dois e como se competisse com o irmão agora falecido. Graças ao seu esforço, consegue entrar na universidade à última da hora, ocupando o lugar de uma rapariga que desistira do nada e a partir daí começa a construir uma vida perfeita. Uma vida perfeita com a suposta namorada perfeita, que não era mais do que a ex-namorado do seu irmão morto...

Ambos vivem vidas que nunca pensaram que iam levar. Gus acha que tem mais sorte do que aquilo que pensara, até a vida conjugal dificultar tudo. Tess já não dá nada por garantido e apenas vive um dia de cada vez com esperança que mais tarde ou mais cedo este chegue ao fim...

Gostei imenso deste livro. A escrita da autora é muito boa e para um livro de 400 páginas li-o rapidamente, adorando ambas as histórias. Inicialmente fiquei mais pressa na história de Tess e do seu azar, mas com o passar do tempo comecei a engraçar mais com a história de Gus, pois apesar de ambos estarem muito bem desenvolvidos, Gus ganha a pontos nesse campo. E apesar das comparações com o livro "Um Dia", este acaba por ser uma verdadeira surpresa, não tendo nada de remotamente parecido com esse.

Antes pelo contrário, neste livro acabamos por nos deparar com histórias que podiam ser lidas em separado se não fosse pela última parte do livro, quando finalmente os protagonistas se conhecem. Aliás, para mim essa foi a parte mais fraca de todo o livro, não tendo a calma necessária para explicar o seu envolvimento, a relação e atração de ambos.

Foi um livro que me surpreendeu pela positiva e que recomendo. Duas histórias em que a morte, doença, família e os azares da vida são descritos de dois pontos de vista totalmente diferentes, prendendo-nos a todos até sabermos o que realmente irá acontecer.

0 devaneios :